sábado, 15 de março de 2014

Relatório de Missão #003 - Operação Infância





Saudações, Aleatórios! Nossos intrépidos agentes decidiram dividir com os ouvintes algumas das maiores estabanagens/enroladas/furadas das nossas saudosas infâncias. Estão presentes os agentes: Alpha, Chile, Tomoyo e Mercúrio.

Saiba quão cedo começou o árduo treinamento de nossos agentes, passando por subidas em árvores, muros, atropelamentos e muita... muita porrada. Você teve um arqui-inimigo na infância? Já foi desafiado a um duelo? Já jogou Taco? Saia da fila do recreio, pegue seu lanche e sente-se ao redor do Esquadrão neste novo Relatório.

Comentado no Programa:
Jogo de Taco de Rua


Divulgação

ACESSE

NOSSO FEED

E NÃO DEIXE DE NOS PROCURAR NA ITUNES STORE!

5 comentários:

Misha disse...

Nossa, fui citada duas vezes nas leituras de sinais de fumaça! Será que estão suspeitando das minhas atividades no meio do Esquadrão? Será que meu disfarce de civil ficou comprometido?

[Pausa para verificar conexões e escutas no recinto. "Boa sorte, Charlie!" (http://www.disney.com.br/disneychannel/series/boasortecharlie/) é um seriado infanto-juvenil. Quem é que conhece isso, Jizuis... Tudo limpo no momento, vamos ao comentário do cast...]

Parabéns pelo podcast, muito divertido e saudosista.

Gente, eu acho que infância é uma época terrível. Começa com 'Boi da cara preta pega essa criança que tem medo de careta' e vai até as brincadeiras que podem traumatizar para a vida. Quem é que nunca sofreu de ser o último a ser escolhido para os times de qualquer coisa?

Eu também joguei taco na infância, mas meus irmãos brincavam mais de guerra de mamona na rua. E eu, temporã, ficava correndo de um lado para o outro na tentativa de ser aceita na brincadeira. Mas, falando em trauma, trauma para vida mesmo foi um dia em que eles queriam sair para brincar e bolaram uma tática para eu ficar em casa: me amarraram com um monte de cordas debaixo de uma mesa escondida e me desafiaram a me desprender e ir correndo atrás deles. Bom, fiquei em casa, demorou umas 3 horas para soltar todas as cordas mas a lição de moral da minha mãe para eles valeu para o resto da vida. ;)

Um até breve para os senhores agentes, fiquem tranquilos que a escuta encontrada aqui não foi danificada, só desconectada. ;)

Antônio disse...

Esse relatório teve gosto de nostalgia. Acho que todos os ouvintes tiveram a mesma sensação de retornar aos tempos de criança, participando das memórias de Alphinha, Chilinho, Tomoyozinho e Mercurinho, bem como revivendo as próprias lembranças.

Brinquei muito de taco, de pique pega, pique esconde, policia e ladrão e pique bandeira (meu preferido, envolvendo estratégia, habilidade e velocidade). Também afundei o nariz de diversos amigos jogando queimado (ou queimada, dependendo da região) e arranquei a cabeça do dedão diversas vezes, jogando futebol na rua.

Muito obrigado, meus camaradas, por essa sessão de risos e compartilhamento de boas memórias. Eu só senti falta, realmente, dos depoimentos das agentes femininas do Esquadrão. Tenho certeza que isso traria uma segunda visão da infância e histórias igualmente fantásticas. Parabéns pelo episódio e até a próxima.

Um abraço,

Antônio

Atenção agentes! Atividade ilegal detectada! neutralizar ameaça urgentemente!

Eu tinha esses traumas também quando moleque, de ser o último a ser escolhido pro time, mas nunca esquentei com isso. na verdade nem escolhido era! Mas via nisso a oportunidade perfeita pra ler alguma coisa ou por o papo em dia. Eu ficava na lateral da quadra fazendo essas coisas ou batendo papo com a professora (que diga-se de passagem... *---* AHAM! *cof cof)

Agora esse das cordas foi muita sacanagem, hein! Bronca merecida!

Valeu mesmo por ter gostado! Nossas missões continuam cada vez melhores e mais perigosas! xD

Visão machista e sexista da infância das agentes: ficar em casa no quarto com as amigas brincando de boneca e de chazinho, estilo a dona Marocas em Toy Story, saca? xD

Mas tirando o futebol, já que eu era perneta, fiz muitas coisas do tipo que vc citou, mesmo porque pra futebol, de pereba que eu era, ou ficava como goleiro ou juiz!

Agora, nós temos uma nova missão quanto a este relatório: botar o Brigadeiro Alpha para jogar taco! A infância dele não foi totalmente completa!

Agentes, ao trabalho o>

Abraços, cara!

Postar um comentário

Arquivo Confidencial

Parceiros